quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Do que você tem medo?



Eu admito
Tenho medo de ser esquecido
de ser abandonado
banido
rejeitado
de ser deixado pra trás como um brinquedo de infância
de ser apagado
anulado
excluído
de ser jogado fora como um fruto podre
um dia admirado, útil
depois colocado no lixo pra se juntar aos outros restos
tenho medo de ser só uma lembrança
de ser minimizado sutilmente
a ponto de ser colocado
numa "caixinha de suvenirs".

2 comentários:

ॐ Semente do Sol ॐ disse...

a cada hora um novo medo, espero que depois do medo venha a coragem! :D

beijos querido!!

Iana Carolina disse...

Medo hard rock da porra!
Rsrs.

Mas será que é possível acontecer isso? Ser esquecido por todos? Eu acho que não. Tudo é muito relativo e é nessa relatividade que pessoas se tornam especiais e essenciais.
A relatividade não vai acabar nunca e, talvez por esse e por outros motivos, o amor, a amizade, o carinho e tantos outros sentimentos, que nos fazem lembrar e ser lembrados, sejam imortais, em diversos momentos, até o fim.

Mas o filósofo é tu.
Eu só tou aqui pra quebrar tudo.
Rs.
Beijos, Babe!
s2

◇ É passado, mas não esquecido