segunda-feira, 28 de junho de 2010

Enjoável


Eu percebi que eu não sou uma pessoa
que os outros só podem encontrar de vez em quando
Se eu disser aqui, que eu me considero chato e desinteressante, eu vou estar mentindo
mas eu me considero meio "enjoável"
Como vocês perceberam nos posts anteriores, eu não consigo definir uma personalidade pra mim
e eu acho que esse é o problema pra algumas pessoas
Essa volubilidade
Um dia, super alto astral
Outro dia, quieto ali no canto
Tem gente que entende
e esses são os meus iguais
Sintetizando
Pra me querer
é preciso - um pouco - me esquecer.

3 comentários:

Iana Carolina disse...

"Pra me querer é preciso - um pouco - me esquecer."

Perfeito!

Denise disse...

É a primeira vez que visito seu blog, e já me identifiquei no primeiro poema contigo... Também opero em modo "enjoável".. rs... e cá entre nós, seria horrível ser de outro modo...
Prazer te ler! Abraços!
Denise Viana
http://psicopoeta-denny.blogspot.com

Dado Viciado disse...

você não é enjoavel, você é uma metamorfose ambulante, o que eu acho muito massa...mas cuidado com essas mutações. gosto dos seus textos, e vc n é enjoavel, vc é um cara muito legal, meio convencido, mas é massa!

p.s.:cuidado com os pensamentos kurt cobain!

◇ É passado, mas não esquecido